O Mundo das Pilhas

As pilhas podem ser agrupadas em 4 grandes grupos:


I - Pilhas de Grande Formato

São as pilhas tradicionais, as alcalinas e salinas que usamos nos aparelhos do nosso dia a dia, em rádios, máquinas fotográficas, comandos de televisores...

II - Pilhas de Botão

São caracterizadas por terem pequenas dimensões e geralmente em forma de botão. São normalmente constituídas por mercúrio ou lítio. São utilizadas em relógios de pulso, máquinas de calcular...

III - Acumuladores Secos

São mais conhecidas por pilhas recarregáveis pois podem ser usadas várias vezes, bastando recarregá-las. As mais frequentes são as de níquel-cádmio.

IV - Baterias de Automóveis

Estas baterias são utilizadas nos automóveis e são constituídas normalmente por chumbo/ácido.



  Efeitos Nocivos das Pilhas

  • Uma só pilha contamina o solo durante 50 anos.

  • O mercúrio é um dos principais constituíntes das pilhas assim como um dos mais perigosos.

  • O mercúrio causa graves problemas de saúde a nível do sistema nervoso.

  • Se um prado estiver contaminado toda a cadeia alimentar irá ficar contaminada de igual modo. Este processo é chamado de Bioacumulação.



      Como é o Solo Contaminado?

    Quando deitamos as pilhas para o lixo o seu revestimento acaba por se degradar, libertando o mercúrio e os restantes compostos para o meio ambiente e contaminando assim os solos, rios, lagos e mares.



      Sabia Que...

  • Numa pilha produz-se energia eléctrica a partir de energia química.

  • A exposição prolongada ao mercúrio é perigosa para a nossa saúde mas também pode alterar o nosso comportamento. No século XVII os chapeleiros usavam o mercúrio para tratar o feltro e as peles no fabrico de chapéus. Muitos deles ficavam intoxicados e tinham comportamentos por vezes estranhos. Muitas pessoas já diziam que os chapeleiros eram malucos, mas não, estavam envenenados com mercúrio.

  • Cerca de 40% do total das vendas de pilhas é feita durante a época do Natal.

  • Os portugueses compram cerca de 100 milhões de pilhas por ano, o que significa que cada habitante usa 8 pilhas por ano.

  • Em 1789 o médico italiano Luigi Galvani foi o primeiro a demonstrar tensão eléctrica gerada pelas contrações das pernas das rãs.

  • A primeira pilha foi inventada por Alessandro Volta em 1794, tendo sido iniciado o seu fabrico em 1799. A pilha de Volta era constituída por várias placas de zinco e cobre colocadas sucessivamente umas em cima das outras num meio poroso.



      O Que Fazer:

  • Utilizar objectos que não necessitem de pilhas, tais como calculadoras solares.

  • Compre pilhas de baixo teor de mercúrio.

  • Compre pilhas recarregáveis. Embora sejam mais caras acabam por conduzir a uma poupança de dinheiro após várias utilizações e contribui para a preservação do meio ambiente.

  • Não deite as pilhas no lixo. Separe-as e deposite-as nos contentores próprios existentes em alguns hipermercados ou em ecopontos e ecocentros.
  • Página 100%
    reciclável